Prevenção

Programa Valorização da Vida no Trabalho e na Família

O programa Valorização da Vida no Trabalho e na Família foi desenvolvido pela ABRAFAM – Associação Brasileira de Apoio às Famílias de Drogadependentes, organização atuante na assistência, orientação e prevenção ao uso de álcool e outras drogas.

A partir de sólidos conceitos de prevenção e assistência familiar, fundamentados na integração de conhecimentos e experiências de uma equipe multiprofissional altamente capacitada, Valorização da Vida no Trabalho e na Família alcança elevados índices de eficácia e excelência.
Valorização da Vida no Trabalho e na Família atende às recomendações da Organização Internacional do Trabalho – OIT e tem o objetivo de contribuir para o melhor desempenho global das empresas:

  • Beneficiando a qualidade de produtos e serviços;
  • Elevando os níveis de saúde e segurança;
  • Reduzindo os prejuízos com absenteísmo, acidentes de trabalho, sabotagens, roubos, indenizações, seguros e assistência médica aos empregados e familiares.

Em todo o mundo, o abuso de álcool e outras drogas é um fenômeno complexo e disseminado nos diversos setores da sociedade. Dentre os ambientes de consumo, o local de trabalho é um dos preferidos pelos usuários, mas ao mesmo tempo, é onde os programas de orientação, prevenção e controle alcançam os melhores resultados.

No ambiente de trabalho – unidade social mais importante para o ser humano depois da família – a autoridade do empregador para coibir o uso indevido de álcool e outras drogas é reconhecida como legítima e mais eficaz do que a de parentes, amigos, médicos, terapeutas, advogados ou líderes religiosos. A manutenção do emprego é um poderoso aliado para induzir os empregados a aderirem aos programas de prevenção, atenção e controle.

O uso indevido de álcool e de outras drogas, responsável por significativas perdas econômicas e sociais, está diretamente vinculado a acidentes de trabalho, queda de produtividade, absenteísmo e deterioração das relações sociais e familiares. Pesquisas recentes demonstram que 80% dos usuários de cocaína e 70% dos que usam outras drogas ilícitas possuem empregos fixos.

Políticas de prevenção e atenção

Definir uma política de prevenção e atenção ao uso indevido de substâncias psicoativas não é privilégio de grandes empresas, nem está necessariamente atrelada ao volume de recursos financeiros disponíveis. Ela depende do reconhecimento, por parte dos dirigentes e trabalhadores da empresa, de que o consumo de álcool e outras drogas existe e pode afetar a produtividade, a segurança e as relações interpessoais no ambiente de trabalho.

A partir daí, a empresa pode e deve definir de forma pragmática o que é ou não aceitável, em termos de consumo de álcool ou outras drogas por seus colaboradores, bem como as ações de prevenção e atenção, e tipo de suporte que pode oferecer aos empregados e/ou familiares que já apresentam alguma relação com álcool ou outras drogas.

As empresas possuem autoridade e autonomia para definir uma política particular de prevenção, atenção e controle, de acordo com os seus objetivos e necessidades, uma vez que o trabalhador passa grande parte de seu tempo no ambiente de trabalho, no qual se estabelece uma rede de relacionamento capaz de lhe conferir identidade social e profissional.

Como implantar o programa

O primeiro passo é a empresa aceitar que o seu ambiente de trabalho não está imune ao abuso do álcool e outras drogas. Em seguida, exercitar a sua legítima autoridade para orientar, prevenir e controlar o uso indevido de substâncias psicoativas por parte dos seus empregados e familiares.

O Programa Valorização da Vida no Trabalho e na Família foi criado para ajudar as empresas a manterem locais de trabalho seguros, saudáveis e mais produtivos. O programa é composto de atividades educativas e distribuição de material informativo, abordando os principais aspectos referentes à origem e os motivos que levam ao uso, à dependência química e suas conseqüências.

O objetivo principal do programa é diminuir o consumo de álcool e outras drogas por funcionários e seus consequentes malefícios, tornando o local de trabalho mais seguro, saudável e produtivo.

Atividades do programa

  • Atendimento telefônico anônimo e sigiloso, através da linha (11) 5574 1212, por consultores capacitados para informar e orientar usuários e familiares para o enfrentamento do problema e sobre os serviços de prevenção e tratamento disponíveis no Estado de São Paulo, aos quais podem recorrer;
  • Avaliação da Percepção Familiar do abuso de álcool e outras drogas por algum membro da família através da aplicação de Questionário Estruturado;
  • Distribuição de material educativo sobre prevenção, tratamento e recuperação conforme a conveniência de quem procura o programa;
  • Divulgação de informações sobre álcool e outras drogas utilizando os vários meios de comunicação dentro da Empresa (cartazes, folders, internet, intranet, jornal, boletins, murais);
  • Promoção de eventos para colaboradores e familiares – palestras, cursos, concursos – visando sensibilizar, informar e debater a questão do consumo de drogas psicoativas;
  • Assessoria na elaboração e implantação da Política da Empresa quanto ao uso de substâncias psicoativas (ex., áreas livres de tabaco, aspectos legais do consumo de drogas, testes toxicológicos, etc.)